Principal

[EVENTO PRINCIPAL] VIII Jornada Acadêmica da Ufopa / 2019 de 09/09/2019 a 14/09/2019

JORNADA ACADÊMICA é um evento promovido anualmente pela Universidade Federal do Oeste do Pará que integra o Salão de Extensão, o Seminário de Iniciação Científica, o Seminário de Pós-Graduação, o Seminário de Graduação, o Fórum de Graduação e o Fórum Integrado de Ações Afirmativas e Assistência Estudantil, com o objetivo de promover o intercâmbio científico e cultural socializando a produção desenvolvida nos cursos de graduação e atividades de pesquisa e extensão da UFOPA.

Direcionado para estudantes dos cursos de graduação, bolsistas de monitoria, bolsistas de iniciação científica e bolsistas de extensão da UFOPA, é aberto também para a comunidade acadêmica em geral, preferencialmente, da região Oeste do Pará, que podem participar de palestras, minicursos e apresentações orais dos trabalhos. A programação envolve apresentações de diferentes atividades culturais.

Em uma universidade multicampi como a UFOPA há uma diversa produção acadêmica distribuída nos sete institutos temáticos e nos seis campi fora de sede. A JORNADA ACADÊMICA torna-se, portanto, estratégica na consolidação e divulgação do conhecimento produzido na instituição, despertando o interesse pelo ensino, pesquisa e extensão, consolidando a formação dos estudantes de graduação e ampliando as possibilidades formativas.

 


Eventos Associados
Título Data Início Data Fim
IX Seminário de Iniciação Científica 10/09/2019 13/09/2019

O IX Seminário de Iniciação Científica tem por objetivo de promover a socialização de conhecimentos gerados pelas pesquisas dos discentes dos cursos de graduação da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). O Seminário de Iniciação Científica é de responsabilidade da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Tecnológica (Proppit).


Mostra de Vídeos da Pós-Graduação 11/09/2019 13/09/2019

Durante a Jornada Acadêmica será realizado a Mostra de Vídeos da Pós-Graduação da UFOPA. 


Submissão de Minicursos e Oficinas 09/09/2019 11/09/2019

A comunidade acadêmica e externa poderá propor minicursos/oficinas para compor a programação da VIII Jornada Acadêmica da Ufopa. A submissão das propostas será realizada exclusivamente no Sistema Integrado de Gestão de Eventos (SIGeventos): https://sigeventos.ufopa.edu.br, no período de 15/07 a 29/07/2019.

No momento da inscrição na Jornada Acadêmica, os interessados poderão também se inscrever nos minicursos/oficinas ofertados, com vagas limitadas. Cada participante poderá se inscrever em apenas um minicurso/oficinas.

A confirmação da inscrição nos minicursos/oficinas será realizada mediante a entrega de 1 material de limpeza e/ou higiene pessoal, no período de 29 e 30/08/2019, nas respectivas Unidades Acadêmicas e Campi, considerando as áreas de conhecimento, conforme as Normas de Submissão.

VII Seminário de Graduação 12/09/2019 13/09/2019

O VII Seminário de Graduação tem o objetivo de promover a socialização de conhecimentos dos cursos de graduação da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), compreendendo os Seminários Temáticos, de responsabilidade das Unidades Acadêmicas, e a Exposição de trabalhos na modalidade de pôsteres, de responsabilidade da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proen). Essas atividades são organizadas considerando as especificidades da Comunidade Acadêmica e da Região Amazônica, bem como a indissociabilidade do ensino-pesquisa-extensão.

VII Seminário de Pós-Graduação 10/09/2019 13/09/2019

O VII Seminário de Pós-Graduação tem por objetivo de promover a socialização de conhecimentos gerados pelas pesquisas dos discentes e dos grupos de pesquisa atrelados aos cursos de pós-graduação da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). O Seminário de Pós-Graduação é de responsabilidade da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Tecnológica (Proppit).


Os alunos bolsistas CAPES, FAPESPA e CNPq devem submeter seus trabalhos para o Seminário de Pós-Graduação aos demais alunos dos cursos de pós-graduação da UFOPA a submissão dos trabalhos é facultada.


Neste ano, o Seminário de Pós-Graduação contará com o Workshop dos Grupos de Pesquisa, Seminário de Teses e a Mostra de Vídeos da Pós-Graduação.

V Salão de Extensão 09/09/2019 09/09/2019

O Salão de Extensão é um evento institucional de extensão universitária que visa agregar e socializar conhecimentos para a comunidade acadêmica e externa por meio da divulgação das diversas atividades extensionistas que vêm sendo realizadas pela Ufopa.

Durante o evento, serão apresentados os resultados dos planos de trabalho contemplados com bolsa no Programa Institucional de Bolsas de Extensão - Pibex, além da Mostra de Projetos de Cultura e Extensão e de parceiros internos e externos. 

Acesse no menu Documentos as normas para participação no V Salão de Extensão:  

http://sigeventos.ufopa.edu.br/evento/jau2019/documentos/view

I Fórum Integrado de Ações Afirmativas e de Assistência Estudantil 11/09/2019 12/09/2019

O Fórum Integrado de Ações Afirmativas e de Assistência Estudantil tem natureza consultiva, propositiva, indicadora e de acompanhamento na área de Ações Afirmativas e Assistência Estudantil no Ensino Superior, tem por finalidade o assessoramento do Pró-Reitor de Gestão Estudantil, dos Diretores das Unidades Acadêmicas e dos Coordenadores dos Cursos de Graduação e de Pós-Graduação da Ufopa e se caracteriza por ser um espaço permanente de discussão e atuação nas garantias dos referidos direitos.

III Fórum de Graduação 10/09/2019 12/09/2019

O Fórum é um espaço de discussão das políticas de ensino da Universidade.

Artigos de Alto Impacto: dos fundamentos à submissão 09/09/2019 10/09/2019

A escrita cientifica é complexa tanto no assunto abordado quanto na linguagem utilizada. Não é fácil escrever um texto científico de qualidade. Em função da tecnologia, submeter um artigo está cada vez mais fácil, entretanto somente cerca de 80% passa pelos filtros editoriais das revistas cientificas. Uma das razões é a má qualidade da redação do texto científico. A ciência produzida por cientistas da região norte do Brasil tem grande apelo, entretanto vem tendo cada vez menos repercussão internacional. Este é um dos maiores problemas para o crescimento da produção cientifica e inserção da UFOPA na comunidade internacional. Desta forma, é necessário estimular a qualidade dos trabalhos publicados, assim como a ética na pesquisa científica. O conteúdo apresentado no minicurso proposto servirá tanto para redação de artigos quanto para escrita de monografias, resumos acadêmicos, relatórios de pesquisa e extensão. O objetivo é habilitar os discentes de graduação, pós-graduação e profissionais da área de ciências agrárias e afins para a elaboração e normalização de artigos científicos de padrão internacional. O foco do curso será a divulgação da pesquisa cientifica realizada na universidade por meio da divulgação de seus resultados na forma de artigos científicos de alto impacto. O minicurso será dividido em três partes, sendo: Parte 1 – Apresentação do estilo literário científico e estrutura de um artigo cientifico; Parte 2 – Estilo e Linguagem científica; Processo de submissão.

AS INSTITUIÇÕES JURÍDICAS NA DEFESA DOS PRINCÍPIOS DO CONTRADITÓRIO E AMPLA DEFESA: O MP E A DEFENSORIA À LUZ DO INSTITUTO DO TRIBUNAL DO JÚRI E DE TIPOS PENAIS PARADIGMÁTICOS 09/09/2019 10/09/2019

Diante de uma enorme carência do contato com a prática forense criminal no ambiente acadêmico da Universidade Federal do Oeste do Pará como, por exemplo, a não realização de um júri simulado com os discentes do curso de Direito, os estudantes, que por ora pleiteiam ministrar esse minicurso, enxergam na VIII Jornada Acadêmica uma oportunidade de compartilhar com os demais colegas os conhecimentos adquiridos na área penal, inobstante estagiarem nos órgãos cujas funções institucionais, em sede de persecução processual criminal, se pretende tratar. Na praxe forense vivenciada pelos discentes de Direito no órgão ministerial e no órgão defensor, esbarra-se corriqueiramente com diversos crimes tipificados no Código Penal (Decreto-lei nº 2.848/1940) e procedimentos no Código de Processo Penal (Decreto-lei nº 3.689/1941). Alguns desses crimes e procedimentos, todavia, merecem maior atenção nos estudos do campo criminal, seja pela gravidade de suas respectivas penas, seja pela sua incidência nos processos distribuídos aos órgãos dos quais este presente minicurso irá tratar. Desse modo, demonstra-se relevante essa atividade na medida em que esses órgãos de acusação e de defesa têm previsão constitucional e são essenciais para o exercício da cidadania e funcionamento da justiça. Por conseguinte, pretende-se demonstrar a função desses órgãos e suas respectivas importâncias tanto no âmbito normativo e de construção social.

Atenção Educacional à pessoa Surdocega: reflexões da teoria histórico-cultural à teoria libertadora Freireana 10/09/2019 11/09/2019

Este minicurso discorre sobre uma proposta educacional humanizadora com a pessoa surdocega, considerando as teorias de Vygotski e a de Paulo Freire. Objetiva propor reflexões de atenção educacional com a pessoa surdocega, considerando as teorias histórico-cultural de Vygotski e a libertadora Freireana. Realiza-se um levantamento bibliográfico com os autores Freire (1987), Vygotski, Oliveira (2003) teóricos que trazem à baila as categorias do diálogo, do cuidado, da problematização, da conscientização, da cultura, bem como teóricos que desenvolvem seus estudos na área da surdocegueira Cader-Nascimento e Costa (2010), Masini (2018). O minicurso pretende trazer tanto questões teóricas quanto práticas . Espera-se que os cursistas conheçam as teorias histórico-cultural e libertadora e percebam nelas um campo de possibilidades da práxis educativa com pessoa surdocega; buscar-se-á também ao longo do minicurso trazer discussões teórico-práticas sobre a surdocegueira.

ATIVIDADES DE MODELAGEM MATEMÁTICA À LUZ DA BNCC 10/09/2019 11/09/2019

O objetivo é elaborar ciclos de modelagem voltados ao ensino de ciências e de matemática na educação básica à luz da BNCC (Base Nacional Comum Curricular). Primeiramente, haverá breve discussão teórica sobre o ensino de ciências e de matemática proposto na BNCC. Em seguida, haverá discussões práticas sobre ciclos de modelagem matemática comumente utilizados na educação brasileira. Ao final do curso, os participantes serão convidados a elaborar projetos de modelagem matemática na educação básica.

CONHECENDO O SISTEMA BRAILLE 09/09/2019 10/09/2019

O Sistema Braille foi inventado na França no ano de 1825 pelo professor Louis Braille e ao decorrer dos anos se tornou um dos meios pelo qual as pessoas com deficiência visual (cegas e baixa visão), utilizam em seu processo educacional. No entanto, poucas pessoas conhecem o Sistema Braille, e por conseguinte, a sociedade pouco sabe que as pessoas com deficiência visual usufruem da escrita e leitura (FERREIRA, et al., 2003). À vista disto, o mesmo é um método no qual possibilita este público ter acesso a escrita e leitura. Desta maneira, o minicurso tem como finalidade discutir as políticas de inclusão de pessoas com deficiência visual e conhecimento teórico e prático do Sistema Braille. Nesta direção, faz-se necessário enfatizar os elementos e a organização na escrita com a reglete. Dentre estes elementos, cabe frisar a cela braille, a qual possui duas colunas verticais com três pontos à direita e três à esquerda. As sequências de combinações destes pontos geram 64 sinais diferentes (BRASIL, 2018), que representam as letras do alfabeto, os números, as vogais acentuadas, a pontuação, as notas musicais, os símbolos matemáticos e outros sinais gráficos. Para tanto, o método de aprendizado do sistema Braille, ocorre por meio de utilização do Kit Reglete, o qual composto pela prancheta, reglete e punção, cujo viabiliza formar códigos em alto relevo correspondentes as letras e símbolos com o mesmo valor fonético (SÁ, 2011).

DESCRIÇÕES MORFOLOGICAS DE PERFIS DE SOLO 09/09/2019 10/09/2019

O solo é um recurso natural que é suporte principal para a vida no planeta Terra, ele é organizado em sistema de classes ou grupos. A ciência responsável pelo estudo do solo é a pedologia, onde considera sua constituição, sua origem, sua morfologia, suas classificações e seus mapas, formando bases para indicação do seu melhor uso (FREIRE et al., 2008). O mesmo autor relata a importância da descrição de solos em campo em perfil vertical, delimitando os horizontes ou camadas do solo identificando registro das suas características morfológicas individualmente, como por exemplo, a transição dos horizontes, profundidade, espessura, cor, textura, estrutura, consistência entre outras variáveis. Para a agricultura, o solo exerce diversas funções nos ecossistemas, como a de servir de meio para o crescimento e desenvolvimento vegetal, regular o fluxo de água no ambiente e estocar e promover a ciclagem de elementos na natureza (AUDEH, et al., 2011). O solo possui características externas peculiares e que precisam ser estudadas e descritas seguindo protocolos, a partir disso é possível obter uma visão integrada do solo o que permite realizar indagações sobre a formação e uso do mesmo. Apesar de muitos trabalhos e esforços de pesquisadores, o conhecimento de solos na Amazônia ainda é incipiente, contudo, este minicurso vem para repassar para a comunidade acadêmica conhecimento teóricos e práticos acerca da morfologia do solo.

DIREITO E CIDADANIA - DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA, A ORIENTAÇÃO E MOBILIDADE COMO MEIO DE EFETIVAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS 09/09/2019 10/09/2019

A educação das pessoas com deficiência visual é um grande desafio em todos os aspectos, mas não é vista como impossível por vários estudiosos do tema, como bem comenta Bernard Charlot, em sua obra intitulada "Da relação com o saber às práticas educativa", grande expoente na área. Nesta senda, cumpre a toda sociedade em consonância com os profissionais da educação a garantia da plenitude da cidadania e o desenvolvimento das pessoas com cegueira ou baixa visão. Neste liame, a orientação e mobilidade vem para auxiliar a busca pela efetividade dos seus Direitos fundamentais, com o objetivo de resgatar o protagonismo deste grupo social, trata-se, entretanto, de uma das maneiras de fomentar a cidadania deste grupo específico aludido dentro da perspectiva dos direitos humanos, entre elas há vários documentos de proteção e prevenção dos direitos a eles garantidos, tendo em vista a Convenção dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Organização das Nações Unidas, promulgada em 2007, e o Estatuto da Pessoa com Deficiência no Brasil (2015).

DISCUTINDO O SIGNIFICADO DE EMPODERAMENTO FEMININO DA MULHER NEGRA 10/09/2019 11/09/2019

Esta oficina tem como objetivo geral discutir o processo histórico-cultural, os mitos e os pressupostos sobre o poder feminino e especificamente, caracterizar modos alternativos como meios de expressão de poder para as mulheres negras, compreender o significado histórico-social de empoderamento feminino, bem como, desmistificar o conceito de empoderamento feminino. Em consonância com Berth (2018), há necessidade de entender o poder como prática social construída historicamente, o significado social e subjetivo na aplicação do empoderamento de grupos, uma vez que poder não diz respeito à ação da habilidade humana nem corresponde a individualidade, mas no agir em conjunto. Empoderamento não pode ser resumido a um simples método, pois trata-se de uma perspectiva de pensar em estratégias de enfrentamento que alcancem o significado desse conceito e sua dimensão coletiva. A abordagem para esta oficina propõe uma discussão sobre o empoderamento da mulher negra como caminho para condições favoráveis de fortalecimento da sua condição feminina, oprimida historicamente com a subalternidade imposta em decorrência do período escravocrata. Entender o empoderamento delineando as expressões de uma realidade capitalista é transcender o entendimento de percebê-lo no agir da individualidade seja na conquista da independência financeira, na adoção de um estilo, roupa, maquiagem ou no acessar de um espaço, pois isso não modifica as ocorrências e reproduções opressoras do racismo e sexismo.

DIVERSIDADE E TAXONOMIA DE FUNGOS MACROSCÓPICOS (BASIDIOMYCOTA) 09/09/2019 10/09/2019

O minicurso abordará métodos de coleta, processamento e herborização de macrofungos, assim como aspectos gerais da diversidade e taxonomia de Basidiomycota. Para tanto, será realizada exposição teórica (apresentação de slides) sobre coleta, processamento e herborização de macrofungos e, apresentação e preparação de estruturas para a identificação dos espécimes. Por fim, será realizada uma visita a coleção de fungos do Herbário HSTM da Ufopa.

Doenças da mandioca/macaxeira de ocorrência nas regiões do município de Santarém, Pará: identificação e controle integrado (Minicurso/oficina: 1ª edição, 2019) 09/09/2019 10/09/2019

A mandioca forma uma das principais cadeias produtivas do município de Santarém, Pará. Portanto, de extrema importância econômica e social para os agricultores. Contudo, várias doenças têm ocorrido com frequência e, algumas delas, em alta intensidade, principalmente a podridão seca das raízes (fusariose). Isso têm levado os agricultores a obterem prejuízos econômicos significativos. Além disso, muitos agricultores e técnicos demonstram desconhecer as doenças. Consequentemente, não controlam ou têm insucesso em seu controle. O objetivo principal deste minicurso é apresentar e debater a identificação e o controle integrado das doenças que causam os maiores prejuízos econômicos à mandioca na região, particularmente a podridão seca das raízes. O minicurso será constituído de uma parte teórica e outra prática. Na parte teórica (6 horas), apresentar-se-á e debater-se-á a importância, as condições favoráveis e, principalmente, a identificação (sintomas e sinais) e as recomendações de controle integrado das doenças. As doenças abordadas serão a podridão seca das raízes, a podridão mole das raízes, a bacteriose, o complexo “Passalora spp.”, o superbrotamento, a antracnose, a ferrugem, as viroses, a podridão mole das hastes, o oídio, a podridão seca das manivas, a podridão negra das raízes e do caule, as nematoses e o chochamento. Na parte prática (2 horas), em laboratório, os sintomas e sinais das doenças serão apresentados e discutidos, na forma de oficina.

EDUCAÇÃO FINANCEIRA: MULTIPLIQUE SEU DINHEIRO COM A RENDA FIXA 10/09/2019 11/09/2019

O minicurso surgiu da necessidade de ajudar o público que tenha interesse de fazer investimentos e melhorar o seu planejamento financeiro, assim conseguir a tão sonhada independência financeira. Entretanto, o minicurso não garante que depois de obtidos os conhecimentos disponibilizados nele o participante melhorá-la a sua condição financeira pois, pretende-se mostrar que dependerá somente do participante para que ele consiga seguir o que foi apresentado. Assim, a proposta surgiu depois de uma profunda pesquisa por parte dos ministrantes. Vale ressaltar que, antes de mostrar ao participante o mundo dos investimentos será apresentado os conceitos essenciais para que se entenda o mercado das finanças. Ademais, o minicurso focará no tipo de investimento chamado Renda Fixa, onde se emprestar dinheiro ao banco, a uma empresa ou ao Tesouro Nacional e recebe dinheiro por isso. Outrossim, será mostrado em tabelas e gráficos simulações dos principais tipos de investimento de Renda Fixa, como por exemplo o Tesouro Direto, a LCI (Letra de Crédito Imobiliário), a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) e o CDB (Certificado de Depósito Bancário).

EDUCAÇÃO LITERÁRIA – LETRAMENTO LITERÁRIO NO ENSINO MÉDIO 09/09/2019 10/09/2019

A educação literária, tendo em vista uma formação para o desenvolvimento da cidadania do estudante brasileiro (LDB, 1996; DCNEM, 1997; LDB 2012, BNCC/EM – 2ª versão, 2016) deve ater-se para as diferentes linguagens e gêneros discursivos a fim de não fracionar, no processo de formação do aluno, as diferentes manifestações de produção de sentidos. As linguagens do espaço escolar não se limitam a padrões socioculturais. Neste sentido, é da responsabilidade do professor examinar os contextos das comunidades insertos na escola assim como as práticas de linguagem e os textos que se ajustam e representam suas realidades. Desse modo, a escola cumpre o papel de propiciar ao estudante a efetivação da sua entrada em distintas esferas sociais consoantes às suas escolhas profissionais. Essa formação cidadão decorre da perspectiva educativo do letramento. Neste sentido as práticas de linguagem, que envolvem a palavra escrita e oralizada, além de diferentes sistemas semióticos, de contextos escolares ou não, devem ser consideradas aquando da preparação metodológica do ensino da Literatura. O letramento literário (SOARES, 2004) vincula leitura, escrita e interpretação a partir do texto literário segundo o entendimento do texto complexo (BERNARDES, MATEUS, 2013). O domínio da linguagem da Literatura, complexa pela polifonia de sentidos e possibilidades de indagações que conduzem à reflexão crítica, prevê diferentes níveis e tipos de habilidades.

Educação na Idade Média: As Sete Artes Liberais (Trivium e o Quadrivium) 09/09/2019 10/09/2019

Este mini-curso visa tratar das Sete artes liberais e sua pertinência no processo educacional e de formação do pensamento humano na Idade Média. Durante todo esse período, o Trivium (Gramática, Retórica e Dialética ou Lógica) e o Quadrivium (Aritmética, Geometria, Música e Astronomia) formavam o “currículo” básico que antecedia qualquer estudo dito superior, e eram chamados de Artes Liberais. Sendo um dos legados educativos da antiguidade clássica ao medievo, tais “técnicas” foram catalogadas e reformuladas por homens de saber e santos do início desse período, como Marciano Capela, Santo Isidoro de Sevilha, Quintilliano e, mais tarde, Alcuíno, sendo retomadas pelas escolas monásticas e “paroquiais”. Através da análise de fontes primárias, iconografias, e do uso de importantes estudos em língua portuguesa que evidenciam a relevância dessas práticas pedagógicas, como os trabalhos de Ruy Afonso da Costa Nunes (USP), Terezinha Oliveira (UEM), Ricardo da Costa (UFES) e Carlile Lanzieri Júnior (UFMT), pretendemos esmiuçar essas mesmas práticas, mostrando os valores educacionais e as concepções filosóficas por traz delas. Desse modo, pretendemos repensar a Educação hodierna a partir de outro ponto de vista, a saber, o pensamento e a Educação Medieval, trazendo a discussão sobre os diversos usos das Artes Liberais em nossa contemporaneidade como mais uma baliza em termos de comparação de nossa situação educacional. •

Entre o Céu e o Inferno: a representação imagética do Juízo Final na Idade Média 09/09/2019 10/09/2019

O presente minicurso trata da representação imagética do Juízo Final durante a Idade Média, discutindo a noção de imagem/imago no medievo e as funções que as imagens religiosas cumpriam no Ocidente Medieval. O curso propõe um melhor entendimento da religiosidade da época, como também da própria história das sociedades que criaram essas imagens. Por fim, o curso se concentrará particularmente em dois exemplos de pinturas do século XV, obras de Jan Van Eyck e Hieronymus Bosch.

Explorando Superfícies Quádricas com o GeoGebra 09/09/2019 10/09/2019

As superfícies quádricas costumam ser um dos últimos temas a serem explorados em cursos de Geometria Analítica. Por conta disso, algumas vezes, o conteúdo acaba não sendo abordado ou é visto superficialmente. Entretanto o tema costuma ser revisitado em cursos de Cálculo II e muitos professores precisam então revê-lo ou simplesmente consideram-no como assunto já dominado pelos discentes, o que nem sempre é verdade. Este minicurso visa preencher esta lacuna, explorando as principais propriedades das superfícies quádricas e as relações existentes entre as equações que geram tais curvas e seus gráficos. Pretende-se fazer isso com o auxílio do software GeoGebra, o qual permite abordar o tema de forma dinâmica. Os materiais que servirão de suporte para a exploração do tema serão disponibilizados em uma turma virtual criada no Google Sala de Aula especificamente com esta finalidade. Desse modo os participantes, além da possibilidade de criarem e manipularem no GeoGebra construções mais simples que facilitarão a compreensão do tema, terão acesso a construções mais elaboradas, feitas especificamente com a finalidade de ampliar a compreensão do assunto. A avaliação da aprendizagem e do minicurso ocorrerão por meio de formulários eletrônicos cujos links serão disponibilizados na turma virtual.

FERRAMENTA BASEADA EM JOGOS PARA EDUCAÇÃO E PESQUISAS QUANTITATIVAS 09/09/2019 10/09/2019

A educação na maioria das escolas tem como base o modelo tradicional: A via de mão única de informação professor - aluno, onde este último deve acatar as determinações estabelecidas em convenções sem necessariamente entendê-las, mas sim decorá-las. O manifesto contemporâneo da tecnologia permite a milhares de jovens o uso de celular. A aliança tecnologia - educação pode ser empregada utilizando ferramentas; mais especificamente o Kahoot, uma plataforma de aprendizagem baseada em jogos que permite o monitoramento da evolução do aluno, seja este singular ou em grupo, em tempo real. Desse modo, possibilitando aos estudantes aulas mais dinâmicas e atrativas.

Geotinta: Uma alternativa sustentável e de baixo custo 09/09/2019 10/09/2019

A geotinta, popularmente conhecida como tinta de solo, é uma alternativa de baixo custo econômico e ambiental, durável e sustentável para quem quer dar vida a um desenho, objeto, muro, casas etc. A diversidade de cores de solo, deve-se principalmente aos diversos tipos de óxidos de ferro e alumínio, além da matéria orgânica, que dependendo da concentração, atribui tonalidade mais clara ou mais escura ao solo. O uso da geotinta também pode ser usado como uma ferramenta pedagógica, que ajuda no entendimento do conceito de solo como um “corpo heterogêneo” em suas diversas cores.

GINÁSTICA LABORAL: TEORIA E PRÁTICA 10/09/2019 11/09/2019

A modernidade vem transformando o dia-a-dia das pessoas aumentando as horas de trabalho e diminuindo o tempo de ócio e lazer, fazendo com que esse excesso de trabalho muitas vezes se transforme em doenças físicas e/ou mentais. Essa mudança no cenário do trabalho ocasionou o aumento das doenças ocupacionais, não somente a lesão por esforço repetitivo (LER) e o distúrbio osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT), mas doenças de origem psicológica, frutos do stress. As doenças osteomusculares e as mentais são dois grupos de patologias que trazem maior incapacidade e afastamento do trabalho. Percebendo a necessidade de diminuir ou prevenir as doenças ocupacionais, as empresas estão investindo na prática de exercícios físicos no próprio local de trabalho com o intuito de promover a saúde do trabalhador através de Programa de Ginástica Laboral (PGL), que conta com programa de exercícios físicos específicos para compensar os grupos musculares mais exigidos durante as atividades laborais e auxiliar em prevenções. Os principais benefícios para as empresas que contratam profissionais para a realização do PGL são o aumento da produtividade, diminuição da incidência das doenças ocupacionais e a diminuição das despesas médicas. Para os funcionários podemos destacar como benefícios a melhora na autoestima, melhora no relacionamento interpessoal, a redução de dores, redução de stress, diminuição da fadiga e melhora na saúde física, mental e emocional.

Grupos de Pesquisa Colaborativos com Dragon Dreaming 09/09/2019 10/09/2019

A produção de conhecimento científico no formato de grupos de pesquisa, não raro, enfrenta inúmeros desafios relacionados à formação e gestão de um ambiente de construção coletiva de saberes acadêmicos, principalmente no que diz respeito à adesão, participação e envolvimento ativo de seus participantes. Ao passo que a metodologia Dragon Dreaming é uma poderosa ferramenta de design de projetos colaborativos, compilada a partir das mais recentes teorias científicas e da sabedoria dos aborígenes australianos para criar uma cultura baseada na coconstrução e coresponsabilidade. Portanto, ela apresenta grande potencial de utilização em pesquisas em grupo, na medida em que faz uso de diversas abordagens para criar um ambiente acadêmico colaborativo, produtivo e com qualidade de vida, estimulando a socialização, interação e construção do conhecimento em grupo. Dessa forma, propõe-se a realização desta oficina, objetivando o aprofundamento de princípios e práticas do Dragon Dreaming dentro do ambiente acadêmico.

Informática Inclusiva: utilizando os recursos tecnológicos no processo de inclusão escolar de alunos surdos 09/09/2019 10/09/2019

Este minicurso tem como base os trabalhos que foram desenvolvidos a partir do projeto informática Educativa na Inclusão do Aluno Surdo” na Escola Municipal de Ensino Fundamental em Tempo Integral Irmã Dorothy Mãe Stang, que em março de 2017 recebeu na turma do 6º ano um aluno Surdo que veio transferido de outro estado onde o mesmo estudava em um Instituto especializado em atendimento de pessoas com deficiência sendo assim a primeira vez em que este aluno estava sendo incluído em uma escola de ensino regular e por esta escola não estar preparada e nem adequada para recebê-lo, encontra-se muita dificuldade para se comunicar e adaptar aos conteúdos que em sua maioria são oralizados. O projeto resultou em mostrar que a tecnologia contribuiu de maneira significativa para inclusão do aluno surdo por ser um ambiente interativo e dinâmico que possibilitou através de softwares e objetos de aprendizagem adequação e adaptação dos conteúdos curriculares para o aluno surdo.

Interpretação de análise de solo 09/09/2019 10/09/2019

A interpretação de análises de solos é imprescindível para se conhecer a quantidade dos elementos minerais presentes no solo. Os valores são determinados em laboratório, bem como o grau de fertilidade e sua acidez . A partir dos resultados dispostos em tabelas, procede-se o cálculo da necessidade de correção, que embasa a recomendação de adubação e calagem correta dos solos, visando aumentar a produtividade das culturas e, como consequência a produção e a lucratividade das lavouras, além de outros benefícios como a redução de gastos desnecessários com insumos e mão de obra, minimizando danos ao meio ambiente. No entanto é necessário profissional hábil para realizar tal leitura. Palestras e minicursos com esta temática possibilitam fornecer subsídios aos participantes para que eles conheçam os principais aspectos ligados em cada uma das etapas envolvidas no processo que envolve a interpretação de análise de solos, inclusive com as possíveis recomendações de aplicação corretivos e adubação, e suas interações.

Introdução à Bromatologia do Pescado 11/09/2019 12/09/2019

Introdução à Bromatologia do Pescado

INTRODUÇÃO À ELETRÔNICA DIGITAL 09/09/2019 10/09/2019

Nos circuitos digitais os valores lógicos binários recebem faixas de intervalo de tensão, logo esses circuitos são projetados para responder nesse intervalo, de modo a reduzir possíveis fontes de interferências eletromagnéticas. Atualmente grande parte dos circuitos digitais são circuitos integrados (CIs), como o FPGA, o que possibilita a construção de circuitos digitais complexos menores e confiáveis. O mundo está repleto de dispositivos projetados para lidar com informações discretas, uma realidade digital. Pode-se observar a grande aplicabilidade dessa tecnologia nos computadores digitais, representada pelos microcontroladores e microprocessadores e presente em diversos sistemas vistos no nosso cotidiano, de diversos tamanhos, tipos e aplicações.

Introdução à Inferência Filogenética Bayesiana com BEAST 10/09/2019 11/09/2019

Com os avanços do conhecimento resultantes dos métodos cladísticos e sobre estrutura e evolução molecular, vivemos um período de mudanças de paradigmas nas interpretações das relações de parentesco entre os organismos. As filogenias têm agora um papel central na organização do conhecimento sobre seres vivos e incalculável potencial preditivo e biotecnológico. Filogenias são representações diagramáticas do relacionamento histórico entre organismos vivos, a partir da análise de caracteres herdáveis compartilhados. Inferências filogenéticas necessitam de algumas premissas para serem geradas e validadas, entre elas a escolha do método evolutivo adequado para os táxons selecionados. Há diversos métodos propostos por evolucionistas e matemáticos, cada vez mais robustos de conceitos empíricos sobre a química e a genética de ácidos nucléicos, em algoritmos largamente “debugados” pelo uso bem-sucedido e testes de otimização e validação. A inferência bayesiana é um método estatístico no qual o teorema de Bayes é usado para atualizar a probabilidade de uma hipótese à medida que mais evidências ou informações se tornam disponíveis. A abordagem bayesiana é aplicada para calcular a distribuição posterior de parâmetros filogenéticos. O programa BEAST é uma plataforma múltipla gratuita para análise bayesiana de sequências moleculares usando cadeias de markov monte-carlo. É um programa de interface de usuário simples e "amigável" para usuários sem experiência prévia com programação.

Introdução ao Qgis – Noções básicas para confecção de mapas 09/09/2019 10/09/2019

A pesquisa geográfica está tendo grande influência com os avanços tecnológicos dos últimos anos, está referente ao crescimento do uso das geotecnologias, com especial destaque para os Sistemas de Informação Geográficas (SIGs) e os avanços na área de Sensoriamento Remoto (SR). Existem várias aplicações possíveis para o uso de um SIG, tais como: casos de poluição industrial, deslizamento de terra, incêndio florestal, contaminação de corpos d'água, estresse da vegetação, monitoramento de espécies animais, variações do solo, aplicações relacionadas às questões ambientais, zoneamentos agroecológicos; apoio à gestão de bacias hidrográficas, avaliações de impacto ambiental em geral. Atualmente, existe diversos software de geoprocessamento, tanto pagos quanto gratuitos e um deles é o Qgis, este software é um dos mais utilizados tanto na comunidade acadêmica quanto em órgãos ambientais. O Qgis é um programa de código aberto e gratuito, funcionando em diferentes sistemas operacionais. Por ser de código aberto, o programa fica mais robusto a cada versão, devido ao time de profissionais que trabalham para melhorá-lo, trazendo uma vantagem econômica em relação aos software que são pagos, com licença com preços pouco acessível para projetos pequenos. Portanto, é de fundamental importância conhecer o Qgis, visto que este utilitário é uma ferramenta poderosa para auxiliar as tomadas de decisões de diferentes áreas tais como como a gestão ambiental, municipal e é claro na educação.

Introdução aos Fungos Micorrízicos Arbusculares a partir de técnicas alternativas de coloração 09/09/2019 10/09/2019

Os Fungos Micorrízicos Arbusculares (FMA) são simbiontes obrigatórios e por tanto, associam-se harmonicamente às raízes das plantas. Entretanto, para estudo desses fungos e os efeitos dessa associação nas plantas, são utilizados tradicionalmente corantes como o Azul de Tripano, que pode causar câncer e graves problemas ambientais, se manipulado indevidamente. Dessa forma, propomos esse minicurso com o objetivo de apresentar os FMAs e ensinar técnicas alternativas de coloração desses fungos, com a aplicação de corantes alimentícios regionais como açaí, urucum, açafrão e corantes industrializados, substituindo produtos altamente perigosos à saúde humana e ambiental e utilizando produtos mais acessíveis e de baixo custo.

MANIPULAÇÃO DE DADOS METEOROLÓGICOS UTILIZANDO AMBIENTE COMPUTACIONAL R 09/09/2019 10/09/2019

Registros meteorológicos são informações utilizadas em diversas áreas do conhecimento. O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) possui um total de 735 estações meteorológicas espalhadas em território brasileiro, sendo essas 260 convencionais e 475 automáticas, onde esses registros são disponibilizados de forma gratuita na plataforma digital do órgão (http://www.inmet.gov.br), para as estações convencionais é possível consultar registros horários, diários e mensais, enquanto que para as automáticas somente os dados horários estão disponíveis (INMET, 2019). De acordo com Dunn e Davis (2017), a manipulação de dados consiste em extrair informações de interesse a partir de um conjunto de dados, que pode ser feito temporal, espacial ou recorte de períodos específicos, que depende da aplicação que o úsuario fará com esses dados.

Medicalização e Uso Racional dos Medicamentos: atualização e atuação intersetorial 09/09/2019 10/09/2019

O conceito de Uso Racional dos Medicamentos (URM) vêm sendo discutido em âmbito nacional e internacional como estratégia para solucionar problemas enfrentados pelo mau uso dos medicamentos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, há uso racional de medicamento quando pacientes recebem medicamentos para suas condições clínicas em doses adequadas às suas necessidades individuais, por um período adequado e ao menor custo para si e para a comunidade. O uso recorrente de medicamentos sem orientações médicas, indicação terapêutica ou evidência científica, ou ainda como um meio de resolução rápida de problemas de diversas origens, evidenciam as diversas formas da medicalização da sociedade. As propagandas nos meios de comunicação fortalecem e incentivam ainda mais as pessoas a resolverem problemas sociais com medicamentos, dando a ideia de que utilizar medicamento sempre é bom, até pra deixar você mais “normal”. O minicurso irá abordar as temáticas por meio de metodologias ativas com o objetivo de garantir que os profissionais de saúde, educação e áreas afins avaliem a farmacoterapia do paciente, garantindo integralidade no atendimento, priorizando não só aspectos farmacológicos, mas também a atenção e promoção da saúde no território. Além de promover a discussão de práticas desmedicalizantes que sejam integrais e resolutivas, a fim de desconstruir a ideia de que para ter cuidado é preciso a prescrição de medicamentos.

Minicurso de Venopunção: Técnicas Para Coleta de Sangue 09/09/2019 10/09/2019

A venopunção é um procedimento complexo, que exige conhecimento e habilidade dos profissionais da área da saúde (TORRES, et al. 2005). A quantidade de erros que podem ocorrer durante a coleta é numerosa e as consequências destes erros podem prejudicar a fase analítica do processo. Muitas causas dos chamados “erros de laboratório” estão relacionadas a fatores não analíticos como a forma que foi coletada a amostra de sangue (PNCQ, 2016). De acordo com a Resolução CNE/CES N°. 2/2002, os procedimentos de coleta de material biológico humano, para fins de análises laboratoriais, poderão ser também realizados pelos profissionais farmacêuticos, o que torna o aprendizado das técnicas relacionadas à venopunção imprescindível para a formação desses profissionais. Diante ao exposto, esse minicurso se configura como um espaço que oportunizará a discussão e a compreensão dos conhecimentos técnicos (teórico-práticos) relacionados à coleta de sangue venoso humano no contexto das análises clínicas aos estudantes dos cursos de Bacharelado em Farmácia e Interdisciplinar em Saúde, sob a perspectiva de propiciar a estes alunos um aprimoramento das habilidades, relacionadas à coleta de material biológico, que vem sendo desenvolvidas ao longo da formação acadêmica dos mesmos.

Mitos e verdades sobre a Língua Brasileira de Sinais 10/09/2019 11/09/2019

Através das experiências vividas no curso de pedagogia e no Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação de Surdos (GEPES), foi possível notar que a Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS ainda possui muitas mistificações referente ao ensino – aprendizagem e de sua valorização como língua. Diante disso, é saliente a importância de proporcionar ao público em geral mais informações a cerca dessa temática, para que assim os equívocos em torno da LIBRAS sejam sanados e uma maior compreensão sobre a comunidade surda possa ser difundida. Esse minicurso visa a comunidade acadêmica em geral com interesse na área da surdez, tendo em vista que a instituição contem graduandos surdos em diversas áreas. Limite de 30 vagas e que seja preferencialmente em sala de aula.

Noções básicas de compatibilidade de projetos arquitetônicos e de engenharia 09/09/2019 10/09/2019

Compatibilização de projetos tem como principal função a integração dos projetos arquitetônicos e de engenharia, proporcionando melhor sincronização e obtendo assim altos níveis no padrão de qualidade da obra. O objetivo é otimizar o custo, tempo e qualidade do empreendimento. Além de facilitar possíveis manutenções, também busca observar e corrigir falhas na raiz do problema como interferências e inconsistências geométricas entre os ambientes da edificação. A análise da compatibilização parte do arquitetônico e engloba os demais projetos complementares. Os participantes serão convidados a analisarem no AutoCad uma residência unifamiliar com projeto estrutural, hidrossanitário e elétrico com o intuito de os instigarem a verificarem os possíveis pontos de incompatibilidade entre os projetos supracitados.

Noções para Estratégia Nacional de Promoção do Aleitamento Materno e Alimentação Complementar 09/09/2019 10/09/2019

O mini curso tem como objetivo qualificar o processo de trabalho dos profissionais da atenção básica bem como de agentes capazes de promover a prática de alimentação saudável desde a primeira infância com o intuito de reforçar e incentivar a promoção do aleitamento materno e da alimentação saudável para crianças menores de dois anos no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), promovendo a educação na alimentação saudável e complementar de forma responsável, através de uma visão holística dentro da saúde pública.

O Cinema como uma arte de interpretação “As perspectivas do surrealismo na tela do Cinema : A arte da interpretação.” 10/09/2019 11/09/2019

A sétima arte como um todo em sua experiência visual e sensorial busca transmitir uma ideia, um conceito, ou mesmo o entretenimento do publico. É aqui que entra a ideia deste minicurso, fazer um olhar mais cínico sobre obras que precisam ser compreendidas e entendidas, que transcendem a película.

O DESENVOLVIMENTO DE HABILIDADES SOCIAIS NA FORMAÇÃO DE EDUCADORES: lidando com os conflitos interpessoais na escola 09/09/2019 10/09/2019

Na atualidade, as condições precárias de boa parcela das escolas brasileiras e os desafios no ensino-aprendizagem, somam-se aos problemas da dimensão social e os desdobramentos dessa associação resultam em problemas educacionais de grande complexidade, em que a promoção de conhecimentos no campo teórico-prático das Habilidades Sociais (HS) se faz necessária. As HS são comportamentos valorizados na cultura e possuem a capacidade de gerar e manter relacionamentos satisfatórios diante de diferentes interlocutores e demandas (DEL PRETTE; DEL PRETTE, 1998). Nesse contexto, para os estudiosos da teoria das HS, possuir um abrangente repertório de habilidades sociais e o seu uso competente impacta diretamente na qualidade do processo de ensino-aprendizagem. A proposta desta oficina consiste em promover conhecimentos teóricos e práticos sobre as habilidades sociais e sua aplicação no contexto educativo, compreendendo que o processo de ensino-aprendizagem constitui-se a partir da visão sistêmica sobre a educação, em que a escola integra um conjunto de relações entre professores e alunos (DEL PRETTE; PAIVA; DEL PRETTE, 2005).Nesse sentido, justifica-se esta proposta, tendo em vista a urgência de contribuir para a formação acadêmica de estudantes e educadores, munindo-os de conhecimentos preconizados por este campo de estudos, para lidar com problemas e conflitos socioemocionais que hoje afetam a qualidade da educação e as trajetórias escolares de centenas de crianças,jovens e adultos.

O papel da Literatura na formação do leitor juvenil: iniciativa de um clube de leitura 09/09/2019 10/09/2019

Enquanto expressão intelectual e artística humana, a literatura é importante meio para o processo formativo. É através dela que o indivíduo tem a possibilidade de contato com importantes elementos da história humana, e a partir disso desenvolver o senso crítico e reflexivo a respeito da realidade. É na ordem do que poderia ser que a literatura revela o potencial formador e transformador, rompendo com paradigmas pré-estabelecidos e levando a uma visão mais ampla de mundo. Deste modo, promover uma vivência literária em moldes em que o ser humano possa sair da leitura pragmatista- que serve ao cotidiano e representa uma necessidade dentro da sociedade- e da leitura de entretenimento- leitura por prazer hedonista, usada como fuga- para chegar à visão da leitura enquanto possibilidade de formação é urgente, principalmente porque em espaços de educação formal, lugar onde a maioria das pessoas pobres tem seu primeiro contato com a obra literária, estão sendo reduzidos os espaços de leitura de literatura. Com base nisso, o objetivo da oficina é apresentar as estratégias de trabalho com leitura de literatura como alternativa na formação de jovens, utilizando a leitura como elemento para a emancipação do indivíduo, estimulando o pensamento racional, a sensibilidade e a formação ética. Palavras-chave: Formação; leitura; literatura

O teatro e a Língua Brasileira de Sinais - Libras na expressão da identidade cultural amazônica 09/09/2019 10/09/2019

Tanto a Libras como o teatro apresentam como elementos chave a comunicação corporal, sendo, na Libras, as expressões corporal e facial, parâmetros principais. É imprescindível, assim, que, ao se transmitir uma mensagem, se use da linguagem corporal e se estabeleça uma comunicação eficaz. Desta forma, o objetivo desta oficina é proporcionar aos participantes o aprendizado de técnicas necessárias para encenações teatrais em LIBRAS. Serão desenvolvidas atividades de tradução de roteiros teatrais das lendas amazônicas do Português para a Libras, previamente selecionados pelos ministrantes sendo elas: a Lenda do Boto e da Iara. Ao final da oficina espera-se que os participantes tenham compreendido a importância da corporeidade e da expressão corporal e apresentem com clareza e desenvoltura as técnicas e conhecimentos repassados, transmitindo a mensagem da história através de uma apresentação teatral que será apresentada em sala em Língua de Sinais.

PLANO DE VIDA E CARREIRA E INTELIGÊNCIA EMOCIONAL, FERRAMENTAS PARA O SUCESSO PROFISSIONAL 09/09/2019 10/09/2019

O “Plano de Vida e Carreira e Inteligência Emocional como ferramenta para o sucesso profissional” é um minicurso voltado para as pessoas que precisam de oportunidade no mercado de trabalho, mas que necessitam de orientações fundamentais para a elaboração dos passos iniciais necessários para chegarem lá. Para isto, convida os participantes a fazerem uma autoanálise levando em consideração os aspectos internos e externos que têm correlação com as diretrizes a serem traçadas para alcance dos objetivos. Além disto, o minicurso trata da extrema importância da inteligência emocional no mundo corporativo e na vida pessoal e constitui um dos fatores de sucesso ou de fracasso no desenvolvimento pessoal e profissional. O intuito é que todos aqueles que pretendem ingressar no mercado de trabalho participem. Para tanto, o local ideal para a realização do evento é um auditório e o quantitativo de participantes está limitado à capacidade do espaço a ser reservado e da quantidade de material disponível a ser distribuído (no máximo de 4 folhas impressas por cada participante). O conteúdo do minicurso está vinculado às Ciências Sociais Aplicadas, campo de Administração e será ministrado por Emerson Fernandes de Souza, Mestrando em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação, Especialista em Gestão Empreendedora, Bacharel em Administração, Consultor em Lean Manufacturing, Instrutor em Gestão e Coordenador de Administração da Proges/Ufopa.

Práticas em Morfologia Vegetal 09/09/2019 10/09/2019

A escassez de aulas práticas de Botânica, em especial de Morfologia Vegetal, é recorrente desde o Ensino Básico até a Pós-Graduação na maioria dos estados brasileiros. Tal condição contribui para aumentar o grau de cegueira Botânica na população, ou seja, a dificuldade de reconhecer as propriedades biológicas e o papel das plantas no meio ambiente e no nosso cotidiano, bem como o fato de achar que as mesmas são inferiores aos animais. Para reverter tal situação, faz-se necessário implementar estratégias didático-pedagógicas diversificadas, como a utilização do microscópio de luz e do microscópio estereoscópico, bem como incentivar os docentes a aumentarem o número de aulas práticas de Botânica. O presente minicurso será composto por aulas teórico-práticas abordando a morfologia externa e interna de espécies vegetais presentes na flora e cultura agronômica do oeste do Pará. Espera-se ao final que os conhecimentos adquiridos contribuam para redução da evasão escolar e rejeição pela Botânica e que os participantes adquiram maior interesse pela área e consequentemente pela proteção e exploração sustentável da flora brasileira, em especial a amazônica.

PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES: A AURICULOTERAPIA COMO PROPOSTA DE CUIDADO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE 10/09/2019 11/09/2019

A auriculoterapia é um recurso terapêutico que utiliza do pavilhão auricular como um microssistema para tratar diferentes tipos de problemas. Além disso, é considerada parte integrante da medicina tradicional chinesa (MTC), pois estimula pontos auriculares seguindo fundamentos e princípios da MTC. A auriculoterapia foi inserida no rol das Práticas Integrativas e Complementares (PICS) do Sistema Único de Saúde (SUS) no ano de 2017. Estas ganharam destaque após a publicação da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no SUS, criada em 2006, no sistema de saúde brasileiro para valorizar e incentivar práticas como homeopatia, acupuntura e fitoterapia, entre outras, as agregando no escopo de serviços e ações disponíveis para a população no SUS, mais que isso visa fortalecer nessas práticas a integralidade e autonomia (BRASIL, 2015). As PICS cada vez mais estão sendo procuradas pelas pessoas, pois proporcionam um atendimento mais humanizado, integralidade na atenção, menor potencial de dano e uma compreensão mais holística do corpo e do adoecimento. Por ser um procedimento simples, rápido e fácil de ser incorporado a rotina dos atendimentos dos profissionais, esta pode ser inserida na Atenção Primária à Saúde e trazer diversos benefícios aos seus pacientes.

PRODUÇÃO DE MATERIAIS ADAPTADOS AO ENSINO DE CIÊNCIAS PARA ALUNOS SURDOS 09/09/2019 10/09/2019

O presente trabalho tem como objetivo principal pensar e apresentar metodologias para professores e acadêmicos interessados na temática de educação especial para incluir alunos surdos nas aulas de ciências no ensino básico. A relevância do tema se faz no sentido de que muitos alunos surdos saem da escola sem saber conceitos e termos científicos da disciplina e que poderiam o ajudar no direcionamento de escolhas acadêmicas futuras. Algumas Universidades hoje no Brasil, como o Projeto Surdos da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, disponibilizam glossários na área de Biociências que podem auxiliar professores e alunos no processo de aprendizagem, porém poucos têm conhecimento de sua existência. Como metodologia a oficina se dará da seguinte maneira: serão expostos conceitos breves sobre a libras e a educação do surdo na etapa do ensino fundamental, além de expor modelos de materiais didáticos físicos/ imagéticos para que em seguida os participantes sejam instigados a construir suas próprias ferramentas.

Proposta de conscientização e acessibilização em Libras dos atendimentos realizados a os usuários Surdos de serviços de Saúde 09/09/2019 10/09/2019

A inclusão social referente ao atendimento às pessoas com deficiência, principalmente as pessoas surdas, nos serviços da área de saúde, estabelece-se como fator essencial de qualidade dos serviços prestados, quando não existe a comunicação entre as pessoas surdas e os profissionais que lhes prestam assistência à saúde, pode haver uma barreira muito grande no processo de saúde e adoecimento desses indivíduos. Desse modo, pretende-se com essa oficina ensinar sinais básicos da Língua Brasileira de Sinais voltados principalmente para a saúde, pois se entende que a comunicação em Libras é essencial na vida desses profissionais da Saúde no que diz respeito ao atendimento, medicalização e demais serviços relacionados à saúde.

PROPRIEDADES FÍSICAS PARA IDENTIFICAÇÃO MINERAL 09/09/2019 10/09/2019

O Minicurso “Propriedades físicas para identificação mineral” vem a partir da necessidade de fixação de conhecimentos prévios e afins com minerais e suas aplicabilidades no curso de Engenharia de Minas da Universidade Federal do Oeste do Pará, no campus universitário de Juruti (PA). Logo, mostrando-se necessário para uma abordagem diferenciada quanto ao conteúdo totalmente ilustrativo, associando uma gama de minerais com suas nomenclaturas e algumas aplicabilidades principais. Vale ressaltar que será ministrada na plataforma prezzi, ratificando outra possibilidade de ministrar conteúdos com mais recursos e inovações. As propriedades físicas sendo abordadas minuciosamente com conceitos técnicos científicos e ilustradas de diversas formas, variedades e diretas.

SISTEMA PRELIMINAR DE TRATAMENTO DE ESGOTO DOMÉSTICO RESIDENCIAL 09/09/2019 10/09/2019

O objetivo principal é de apresentar a composição e dimensionamento básico de um sistema preliminar de tratamento de esgoto doméstico residencial, com base em parâmetros e critérios técnicos e práticos. Para isto, serão apresentados as normas técnicas, modelos de projeto das unidades que compõem este tipo de sistema de tratamento, dimensionamento e visita técnica em uma das Estações de Tratamento de Esgoto da UFOPA. Ao final do minicurso é esperado que o participante, tenha a capacidade de identificar, selecionar e dimensionar a melhor alternativa de tratamento de esgoto doméstico residencial.

Surdocegueira: Do Social à Educação 09/09/2019 10/09/2019

A surdocegueira é uma deficiência que afeta parcialmente ou totalmente, a visão e/ou audição. Combinadas ou tendo variações em graus. Com isso as pessoas surdocegas, acabam tendo suas formas diferenciadas de se comunicar e se incluir perante a sociedade. Assim sendo, a pessoa com surdocegueira necessitará de diferentes formas de educação, metodologias especificas, para alcançar seus objetivos, que vai do pessoal ao educacional. A surdocegueira possuem suas características, que vai de cada individuo. a mais evidente, é a comunicação, que pode ser feita através da libras tátil, ou libras reduzida, para os surdocegos com resíduo visual, sem a audição, e a escrita, através do Braille, para surdocegos com domínio no braille, que possuem resíduo auditivo. A surdocegueira se classifica em duas: Congênita, que é aquela onde a pessoa nasce na condição de surdocego, e a Adquirida, que é aquelas onde a pessoa nasceu sem a deficiência, porém ao longo da vida a adquiriu, por meio de doenças ou acidentes. Em ambas as ocasiões, deve-se ter atenção, e cuidados específicos à educação desses sujeitos.

Trabalhando o livro de imagens na formação leitora 09/09/2019 10/09/2019

Resumo A formação leitora não é um processo natural, nela, a atuação de professores que têm como horizonte o máximo desenvolvimento cultural dos alunos, pressupõe um trabalho contínuo de formação, adensamento intelectual, experiências culturais diversificadas e acesso à literatura em seus diferentes gêneros. Neste sentido, compreende-se que a literatura e a imagem possuem propriedades e interesses distintos, embora, verifique-se uma nítida correspondência entre ambas, demonstrada pelos rumos do desenvolvimento histórico do objeto livro, que firmou a leitura do texto e a apreciação de imagens, ilustrações e obras de arte como uma parceria constante e inerente ao ato de ler. Neste curso, surgem os livros de imagem com histórias ilustradas sem o uso de texto, endereçados ao público leitor sob o argumento de que a fruição da narrativa visual também é uma forma de leitura. Diante disso, a oficina pretende apresentar uma argumentação em sentido oposto, tomando como referência o trabalho teórico-crítico de autores que contradizem a ideia de que imagem se lê, demonstrando ainda que o livro de imagens possui uma função legítima ao possibilitar experiências de “ver”, em que a visualidade narrativa se sobrepõe ao texto escrito que se “lê”, contribuindo para qualificar a formação leitora enquanto uma experiência de adensamento estético-visual. Palavras-chave: educação; formação leitora; livro de imagens.

Utilização do software AutoCad para criação de desenhos em 2D para iniciantes 09/09/2019 10/09/2019

O AutoCAD é um software comercializado pela autodesk, inc. Desde 1982. Ele é usado por vários profissionais de engenharia em geral, arquitetura, design de interiores, agrônomos, zootecnistas, geólogos, para fim de preparar desde peças de desenho técnico em duas dimensões (2D) até criar modelos tridimensionais (3D). O minicurso foi pensado e organizado para uma carga horária de 8 horas. Serão abordados os recursos de AutoCAD para o desenvolvimento de desenhos de peças bidimensionais (projeções ortogonais dos modelos bidimensionais). O conhecimento de tais técnicas é relevante na prática profissional dos graduandos, principalmente para aqueles que optarem ou necessitam de conhecimento da área de elaboração de projetos para exercer a sua profissão, além de abrir novas oportunidades, um melhor nível de remuneração, e um ambiente de trabalho mais limpo, flexível e gratificante.

UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE CORELDRAW PARA ILUSTRAÇÃO DE ESTRUTURAS GEOLÓGICAS 09/09/2019 10/09/2019

O CorelDraw é um software desenvolvido pela Corel Corporation, com o intuito de valorizar o design gráfico de desenhos vetoriais bidimensionais. Através desta ferramenta, é possível criar e manipular vários produtos, tais como, desenhos artísticos, publicitários, logotipos, inúmeras aplicações gráficas, etc. Devido a isso, inovações com esse software foram desenvolvendo novos horizontes voltados para diversas áreas da geociências, por exemplo, nos cursos de Geologia e Geofísica. Portanto, o programa vem servir de apoio nos processos de criação de perfis estratigráficos (Fig. 1), seções topográficas (Fig. 2), croquis de afloramentos, estruturas geológicas, pranchas de amostras, bem como na organização de mapas de localização e, demais utilidades na geociências (Fig. 3). A ferramenta oferece uma melhor precisão quando necessário um recorte ou montagem de fotos. Por fim, o uso da ferramenta vem agilizar trabalhos acadêmicos com uma excelente qualidade, visto que, boa parte da comunidade acadêmica de geociências tem grandes dificuldades em manusear esse software que, será se suma importância no decorrer dos cursos da área de ciências da terra e áreas afins.

Aula de Yoga 12/09/2019 12/09/2019

A aula de Yoga será ministrada pelo Prof. Dr. Carlos Machado.


Os benefícios da Yoga estão voltados a aspectos neurais, aspectos da circulação, aspectos endócrinos, aspectos psicológicos, entre outros.

SANTARÉM/PA UFOPA - CAMPUS SANTARÉM - UNIDADE TAPAJÓS